sábado, 31 de outubro de 2009

As minhas obras-primas : American Beauty

American Beauty - Beleza Americana

Esta fita de Sam Mendes foi a grande vencedora dos óscares de século XXI.
Nesta fita observamos o estereótipo de uma família "tipicamente" americana e as suas particularidades de que nos levam a pensar: "Serão todas as famílias americanas assim?"
O filme relata a história de(mais uma vez) Kevin Spa
cey, que foi o vencedor de óscar pela sua interpretação, um homem desiludido com a vida, ou seja, um fracassado tanto na vida profissional como na vida pessoal, mas, a história começa aqui, Lester( Kevin Spacey) sem ser amado pela sua mulher e a ser odiado pela sua filha encontra uma nova tentação na sua vida: a amiga da sua filha que tem por base o estereótipo da beleza americana, aqui o filme começa o seu desenvolvimente e também o desenvolvimento da personagem em si...

Sem deixar de mencionar o poster que pus é quando Lester divaga sobre a sua tentação num mar de rosas e tenta escapar à sua miserável e comum vida...

Um filme cheio de culto e contradições e também com um final memorável...
Além de Kevin Spacey o elenco também
conta com Wes Bentley, Annette Bening, Mena Suvari e Chris Cooper.

Tagline: "...Look Closer" acho que diz tudo...




5 comentários:

Flávio Gonçalves disse...

Sempre que vejo "Donas de casa Desesperadas" lembro-me do filme - embora a série não se aproxima, nem de longe nem de perto, em qualidade -, pela sátira à sociedade contemporânea brilhantemente realizada.

Abraço

Roberto F. A. Simões disse...

Satírica e despudorada crítica de costumes e valores das relações humanas, num argumento tão inteligente quanto ousado e, acima de tudo, muito bem escrito. A realização é brilhante.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD – A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Flávio, realmente as parecenças são muitas pois o objectivo de "American Beauty" é criticar essa típica "gente" americana dos subúrbios, em que tudo têm menos de normais...

Roberto, o trabalho por detrás das câmaras é notável assim como o seu argumento portanto concordo contigo e com a tua "oportuna divagação cinéfila"...

Abraços

Jackson disse...

Não acreditei nos meus olhos quando o encontrei à venda, e desde então revi-o dezenas de vezes. Enche-me sempre o espírito.
Sam Mendes é um génio, indubitavelmente!

Abraço

Nekas disse...

Jackson, é uma obra marcante que merece ser revista(e revista,...)!

Abraço