sábado, 21 de agosto de 2010

Cidade de Deus (2002)

 

city-of-god

City of God – Cidade de Deus

“Se correr, o bicho pega. Se ficar, o bicho come.”

Cidade de Deus conta a história dessa mesma cidade e das suas favelas.

City of God é um retrato sociológico às favelas do Brasil e esmiúças e expõe a sua face violenta, cruel e mais que tudo, verdadeira. É impossível não gostar da obra-prima de Fernando Meirelles! Apesar de pensar que deixei muito que falar, este filme, deixa-me sem palavras!

buscapeCDD

27 comentários:

Dora disse...

Sabes o que é estranho e ao mesmo tempo giro? Por exemplo o Bruno Duarte, o Jackie Brown e a Andreia Mandim, vêem filmes que eu penso: "Mas que raio...só agora é que estão a ver isto?!" Pois claro, eles têm entre 17 e 21 anos :-) Eu é que sou cota! Ehehehehe!

Não sei se o viste actualmente ou há mais tempo...

É um excelente filme e só tenho duas coisas para te dizer: "Dadinho é o caralho! Meu nome é Zé Piqueno!"

Jackie Brown disse...

Tu bem dizias que era pequena ;)

Estive para o ver, mas acabei por o por de lado a favor de outros filmes.
Talvez reconsidere e o "aluge" outra vez ;)

Abraço


P.S.- Olá Dora, isto sou só eu a escrever um comentário com os meus joviais e diminutos 17 anos que não precisam de ir ao massajista xD
Quantos tens? xD

Dora disse...

Oh Jackie, tu não me digas que já te esqueceste? lol. Já tivemos esta conversa. Tenho 33 mas só pareço 32 :-)

Roberto F. A. Simões disse...

Um filme genial. Concordo com a classificação bem alta. O melhor de Meirelles. 5 estrelas.

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD – A Estrada do Cinema «

Jackie Brown disse...

Eu sei, era só mesmo para te fazer revelar -ou recordar- a tua idade tãaaaao avançada, aqui "em público"
;)

Dora disse...

Eu às vezes até tenho medo que Jackie, vocês me achem condescendente quando falo nisso. Embora vocês sejam muito mais novos, respeito muitos as vossas ideias e gostos cinematográficos. E assim não fosse e se notasse o afastamento tão grande em termos de gostos, não vos visitava.

Tu andas de greve ao meu blog, é? Ai ai!

João Bastos disse...

Idades à parte, este filme é genial! Nunca pensei gostar tanto de um filme brasileiro (tenho um pouco o preconceito com o cinema e música brasileiras), mas aqui há mesmo um pouco de genialidade. Está nos meus favoritos de sempre!

Nekas disse...

Dora, eu vi o filme há um mês, se calhar nem tanto e adorei. Fiquei tempos e tempos à espera de palavras e como elas não saíram, deixei ficar as palavras que saíram logo após ter visto o filme.
Quanto à idade, dizem que pelos meus gostos põem mais uns anos em cima de mim e quando exponho a minha idade, surpreendem-se.


Rui, "aluga" vale bem a pena.

Roberto, vi Blindness e este e sendo ambos muito bons, este é, claramente, o melhor e uma obra-prima.


João, não é só um pouco de genialidade - É genialidade do início ao fim. Aliás, já me apetece rever.

Abraços

Gonçalo Lamas disse...

A CIDADE DE DEUS é, sem uma réstia de dúvida, um dos mais incontornáveis e marcantes filmes da década. E a sensibilidade cinematográfica de Fernando Meirelles (um homem que já tive o grande prazer de conhecer pessoalmente) é singular.

Sendo a primeira vez que aqui comento, deixo-te os meus sinceros parabéns pelo blogue e o convite para visitares o meu, CineGlam7.


Cumprimentos cinéfilos,

Gonçalo Lamas

cineglam7.blogspot.com

Jackie Brown disse...

Da minha parte, estás à vontade ;)
Não me sinto melindrado de alguma forma, espero que tu também não.

E pois Bruno, isso das idades é uma falsa questão. A net engana bem, e basta saber escrever bem -que é o teu caso- para as pessoas serem enganadas ;)
Eu dava-te pra aía uns 20. Aliás, e de um modo geral, dava a toda a blogosfera uma idade na casa dos 20 ;)

Dora disse...

Como é que é então uma pessoa de 30 a escrever? ahahaha!

Catarina Norte disse...

Um filme violento e difícil que nos choca constantemente com esta realidade, infelizmente ainda tão actual, das favelas! E absolutamente magistral; também lhe daria a pontuação máxima!

Abraço

Nekas disse...

Gonçalo, muito obrigado e grande sortudo!
O filme é espantoso!

Catarina, concordo!

Abraços

Sandro Azevedo disse...

Brilhante! Sem dúvida, um dos meus filmes favoritos. Um orgulho para mim que sou brasileiro e tenho o prazer de trabalhar para a empresa do Meirelles!

Nekas disse...

Sandro, é mesmo um filme brasileiro sobre o Brasil, cá em Portugal ainda não há filmes destes.

Abraço

CINE31 disse...

Vi este clássico instantâneo em 2005, e na altura fiquei tão "aparvalhado" pela força da obra que só consegui avançar uns parágrafos: http://cine31.blogspot.com/2005/05/1-ciclo-de-cinema-olho05-dia-1.html Acho que pede uma revisão ;-)

Stella Halley disse...

Minha cena favorita em "Cidade de Deus" é aquela em que os meninos se juntam e começam a rezar a seu modo o "Pai-Nosso": ...que estais no céu, seja feita a NOSSA vontade...

Depois dessa discussão de idades fiquei me sentindo irmã de Matusalém! ;-) Normalmente, a sapiência dos blogueiros de cinema me espanta e faz esquecer sua extrema juventude.

Hugo disse...

Aqui no Brasil algumas pessoas reclamam pelo filme mostrar pobreza, drogas e violência para o resto do mundo, mas infelizmente é a realidade de um parte de nosso país.

O filme é nada menos que sensacional, na minha opinião o melhor filme da história do cinema brasileiro.

Abraço

Nekas disse...

Cine31, foi como me aconteceu.

Stella, é um dos momentos que reflectem a obra-prima que o filme é.

Hugo, é o melhor filme brasileiro que eu vi e mostra uma parte do Brasil que é bem verdade, penso eu.

Abraços

DiogoF. disse...

Um grande filme, um marco brutal no cinema brasileiro(numa conjugação artistica, comercial e narrativa, numa perspectiva de certa forma literal, quanto ao conteúdo desta)

Nekas disse...

Diogof.,Cidade de Deus não é só um marco no cinema brasileiro mas em todo o cinema.

Abraço

Bruno Duarte disse...

Eh lá!

O primeiro comment fala de mim.
Oh Dora, olha que eu tenho 26 ... eu sei que pareço mais novo, principalmente na idade mental :)

Este é um filmão sim senhor!

Abraço.
http://vidadosmeusfilmes.blogspot.com/

Nekas disse...

Bruno, andou aqui um debate de idades neste post. Quanto ao filme, é mesmo um filmão.

Abraço

Silvia Freitas disse...

Cidade de Deus é uma grande obra prima. O meu nacional preferido, adoro mesmo. Apesar da violência, mostra o verdadeiro retrato do que é a vida de pessoas marginalizadas. Perfeito!

Nekas disse...

Silvia, acredito que seja um retrato fidedigno das favelas e, com certeza, um orgulho nacional!

Abraço

anouc disse...

O que eu adorei este filme!

Nekas disse...

anouc, também eu!

Abraço