quarta-feira, 19 de maio de 2010

- Fora dos tempos de glória

 

Hoje em dia, basta olharmos para a box-office para perceber que os filmes sobre super-heróis colminam no favoritismo das audiências e das visitas ao cinema. No entanto, havia tempos em que as adaptações dos super-heróis para o cinema eram completos fracassos até que, em 1999, Blade foi um êxito de bilheteira, seguido de nomes sonantes como X-Men e Spider-Man que mudaram por completo o curso histórico das adaptações da BD na meca do cinema.

 

7 comentários:

pseudo-autor disse...

Aquele primeiro cartaz, se não me engano, era da série que passava na extinta rede manchete. Eu não perdia um episódio! Uma pena que a Disney comprou a marvel e deve transformar o filme em alguma enganação pra o público teen.

Cultura? O lugar é aqui:
http://culturaexmachina.blogspot.com

João Bastos disse...

Sinceramente é um género de filmes que ja perdi o gosto... Dos filmes de super herois gosto do 1º Hulk (apesar de ter sido trucidado pela critica), os Batman (tirando aquele com o Clooney), e Kick Ass (LINDO).... Ha mais um ou outro interessantes... Agora nao me venham com Spidermans (fraquinhos) e Blades, entre outros...

O meu superheroi favorito é o Super Homem, mas no entanto nunca nenhum filme consegue a excelência do heroi... Mas ha umas series muito boas (Smallville é talvez a melhor)...

abraço

Nekas disse...

pseudo-autor, não conheço mas acho que a Disney não vai modiificar a Marvel agora ao contrário até sairia algo criativo...


João, pois eu sou um desses que não gosta do hulk!
Do spider-man adoro o primeiro!
Quero ver adaptações do Flash e Super-Homem mesmo que não goste muito, acho que merecia melhor adaptações...

Abraços

Hugo disse...

Não sou fã de quadrinhos, mas procuro assistir aos filmes de super-heróis.

A questão é que são tantas adaptações que acaba cansando.

Precisamos de novas idéias, filmes com temáticas diferentes.

Abraço

Nekas disse...

concordo! Excepto em não ser fã da Bd, pois eu adoro!

ArmPauloFerreira disse...

@ Nekas: Atão... só depois do Blade? (que nunca achei muita piada verdadeiramente mas são filmes OK)
E os dois Batman de Tim Burton e os dois Superman de Donner... também não contam?
Entendo perfeitamente onde queres chegar, ao somente datares o momento do boom. Esses são os mais visíveis e também porque coincidem com o uso do CGI que finalmente permitiu fazer em imagens as "impossibilidades" até então. E não esquecer o fenómeno Matrix, que vei reformular tudo.
Factos que fazem com que o 1ª Superman até tenha mais valor (não só é ainda assim o melhor super de todos como também fez acreditar que ele voava mesmo num tempo sem altas tecnologias).

Os filmes de super-heróis têm muito potencial mas normalmente chegam aos filmes como um festim apalhaçado. Ainda bem que foram surgindo algumas excepções entretanto... as do Nolan são os melhores exemplos.

@ João Bastos: plenamente de acordo com tudo. Adoro o Hulk de Ang Lee (é refrescante visualmente e até acho mais de acordo com o da BD da era de ouro) mas fico indiferente ao com o Ed.Norton (é apenas mais um).

Nekas disse...

ArmPauloFerreira, o que este post vem a dirigir-se é as idas ao cinema. Após Blade, o universo da BD tem sido alvo de grandes blockbusters que, embora grande parte seja um festim de CGI, tem, de facto, têm arrecadado milhões na box-office.
Ainda bem que existe o exemplo de Nolan que são sucessos de bilheteira e, ao mesmo tempo, filmes com grande qualidade!

Abraço