quinta-feira, 20 de maio de 2010

- Remake, Reboot.

nightmare_on_elm_street_ver2

A verdade é que hoje em dia já se faz tanto que o público já não liga. A verdade é que este século é marcado pelos remakes. Aliás, remakes, reboots, ripoff’s já são comuns hoje em dia. Talvez até porque, para as editoras, seja mais fácil fazer novos filmes a partir dos originais do que pôr no cinema os filmes antigos ou, então, isto é tudo por falta de criatividade e de novos trabalhos.

Quem tem sofrido, maioritariamente, deste fenómeno, são os filmes de terror, com especial interesse pelos cult films. Já aconteceu com Texas Chainsaw e Friday the 13th, embora já tenha abrangido outros géneros. Ora, o problema, pelo menos não o principal, não é haver remakes à farta mas a falta de qualidade destes mesmos! Para quê renovar filmes antigos quando os antigos são os melhores?

Hoje, um cult movie é alvo deste fenómeno do reboot e esses mesmos filmes pertencem ao mítico slasher Freddy Krueger. Na verdade, Krueger já assustou dezenas de jovens quando começou em 1984 pela mão de Wes Craven e hoje volta ao cinema num novo Nightmare on Elm Street com o lendário Freddy a ser interpretado por Jackie Earl Haley (Vamos lá ver o que sai deste talentoso actor!) e já tem as sequelas marcadas e em 3D!

Em síntese, o que me preocupa mesmo é até quando vai durar este fenómeno. Eu quero material novo e quero lá saber se os americanos não querem ver filmes antigos e precisem que façam novos a fim de os levar ao cinema!

9 comentários:

Bruno Duarte disse...

completamente de acordo!
vejam mas é os antigos que são bem bons.

http://vidadosmeusfilmes.blogspot.com/

Nekas disse...

Bruno, bingo!

Abraço

ArmPauloFerreira disse...

Muito boa reflexão. Muito bom post. 100% de acordo... pois até já mete nojo. É que com isso também destroem o pouco que sobra das memórias dos antigos filmes. Tem sido demais esta tendência.

thicarvalho disse...

Infelizmente Bruno isto tem se tornado rotina. Além de tudo q vc falou, mostra a compelta falta de criatividade q paira sobre o mercado Hollywodiano. Se vc for reparar, as grandes obras lançadas nesta década, com exceção de alguns Blockbusters como Avatar, HF e TDK, foram filmes independentes ou de fora do mercado norte-americano. E ai gente cita Bastardos, Guerra ao Terror, Juno, Brilho Eterno, O labiritno do Fauno, só para ficar nas grandes referências. Infelizmente, Hollywood já foi bem mais criativa. Grande abraço.

Visitem

www.cinemaniac2008.blogspot.com

Nekas disse...

ArmPauloFerreira, além de produzirem, basicamente, lixo, destroem as memórias dos antigos filmes...

thicarvalho, curiosamente os nomes que recitas dos filmes independentes foram dos melhores estes anos, aliás, Hollywood agora produz secos blockbusters e remakes desnaturados...

Abraço

CINE31 disse...

Remakes sempre existiram desde os primórdios do cinema, mas realmente já começa a passar das marcas ^_^

Nekas disse...

CINE31, não é uso é abuso!

Abraço

Tiago Britto disse...

esse filme realmente é fraco! Só a atuação de Jake que vale a pena!

Nekas disse...

Tiago, pelo que li, também me parece isso...

Abraço