sexta-feira, 16 de julho de 2010

- Superbad (2007)

 

superbad2_largeSuperbad – Super baldas

Superbad junta teen actores com futuro com uma história teen tudo isto no cerne da juventude americana e todos os seus problemas com renegados e populares, com inteligentes e menos inteligentes, com álcool ou sem álcool. Tudo isto junto no meio de tantas trapalhadas e acasos, Super Baldas oferece-nos uma comédia competente e um retrato hiperbólico(ou não) da sociedade jovem e, em parte, adulta americana.

superbad-10526

14 comentários:

ArmPauloFerreira disse...

É um filme bastante porreiro sim senhor.
Toda aquela odisseia para levar bebidas alcoólicas para a festa para estes nerds impressionarem as miúdas e até chegam lá á boleia da policia... e depois no momento da "recompensa" ao gordo a gaja está perdida de bêbada... hilariante e até tocante!

Dora disse...

Vê aquele que postei que é a gozar com este :-)

Nekas disse...

Paulo, o filme é mesmo hilariante.

Dora, ok.

Abraços

Bruno Duarte disse...

Não foi há muito tempo que vi este filme e fiquei agradavelmente surpreendido.

Comédia com pés, cabeça e adolescentes normais.

Abraço.
http://vidadosmeusfilmes.blogspot.com/

Hugo disse...

É a comédia teen mais engraçados dos últimos anos, com certeza.

Abraço

Nekas disse...

Bruno, um retrato típico de uma sociedade jovem americana.

Hugo, provavelmente, provavelmente.

Abraços

Marcelo Pereira disse...

É dos piores filmes que já vi... Aliás, nem o vi até ao fim e nunca faço isso. Mau demais para ser verdade.

Leca disse...

Agradeço...
principalmente...você...
querido leitor...
por me inspirar...
por flutuar...

Beijos
Leca

ArmPauloFerreira disse...

Não é dos piores não senhor mas sim um filme dum outro tipo de quadrante pouco dado à cinéfilia.
Quando bem tolerante a respeito deste filme, poderá se ver nele uma pequena odisseia duma juventude ou diferentes tipos de juventudes (os inseridos num grupo "in" e os que gostaria de ser como eles). No fundo, seguimos aqueles 3 nerds e concluímos que no fim de tudo são eles os "maiores". São eles os únicos normais e correctos mesmo quando lutam por transgredir as regras. À medida que o filme desfilava maior era a empatia que sentia pelo filme. Faz manter um sorriso de lado a lado enquanto se o vê...

Nekas disse...

Marcelo, são gostos e nem me surpreende que não gostes deste filme.

Leca, muito obrigado! :)

Paulo, é mesmo. Também penso que seja um retrato fidedigno de várias adolescências no auge da idade de cometer erros. Sem nunca nos fazer cair para o lado, segura-nos um sorriso durante a sua visualização.

Abraços

DiogoF. disse...

Achei engraçado, deu para esboçar algumas gargalhadas x)

Flávio Gonçalves disse...

Sim, é engraçado, entreteve-me quando vi. Totalmente dispensável, mas mais um de domingo à tarde. :)

Nekas disse...

Diogo e Flávio, é dispensável mas quando se vê consegue o seu objectivo - fazer rir.

Abraços

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado