quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

- A influência...

 


O 3D ao qual nós assistimos a um sucesso vertiginoso está a tornar-se na nova forma de combater a pirataria.
Devido à grande influência que a pirataria teve no que leva à descida de pessoas a irem ao Cinema, agora os estúdios tentam combater essa mesma pirataria com o 3D.
Nos dias de hoje, o 3D ainda não consegue ser aplicada a uma telvisão para ter em casa a preço acessível, portanto, a única opção viável é mesmo ir ao Cinema.
Outra das decisões que levou ao sucesso do 3D foi, depois do grande potencial que despoletava os filmes de animação, foi do grande franchise Avatar (crítica aqui).
Depois do enorme sucesso de bilheteira que este teve, agora as produtoras anunciam que os seus grandes "blockbusters", nomeadamente os do Verão, irão ser em 3D.
A começar por aí foi o feiticeiro Harry Potter que terá o seu último filme desdobrado em dois filmes e que serão em 3D.
Outra das coisas a serem feitas é converter filmes pré-existentes para o formato 3D tal como aconteceu com o The Nightmare before Christmas (crítica aqui).
Também foi anunciado que Clash of the Titans iria ser adiado uma semana da data da estreia a fim de ser convertido para 3D.
O futuro é 3D...

4 comentários:

Jardel Nunes disse...

Interessante o fato de mais e mais filmes serem lançados em 3D... isso vai fazer com que os cinemas se adaptem para a nova tecnologia. Porque até o presente momento é diminuto o número de salas que passam filme em 3D... na minha cidade mesmo, não tem...

Mas tem uma coisa: alta tecnologia não salva um filme ruim...

Nekas disse...

Jardel, cá em Portugal também dirigo-me às grandes cidades para ir ao Cinema mas cá esses Cinemas têm 3D

Mas tens razão, o 3D não salva um mau filme...

Abraço

Flávio Gonçalves disse...

Não sou muito fã do 3D, confesso. A espectacularidade inerente não me atrai muito, porque é quase como a desculpa para consagrar um filme que não é nada de especial. Avatar assume-se como exemplo disso. Não sei bem explicar, deve ser algo de pessoal mesmo. Mas não duvido do que afirmas - o futuro do cinema passará, necessariamente, pelo 3D!

Abraço

Nekas disse...

Flávio, eu sou fã do 3D, mas este não desculpa um mau filme por ser um mau filmes nem um bom filme por ser um bom filme.
O 3D é uma inovação à qual partilho interesse e fascínio mas, psicologicamente, não irá mudar a minha opinião de um filme.

Abraço