domingo, 21 de fevereiro de 2010

- Já vi: Reservoir Dogs

 

reservoir_dogs_art_01Reservoir Dogs – Cães Danados

Em 1992 o Mundo do Cinema deparou-se com um génio, do seu Cinema nutria-se os diálogos estonteantes, acção sem limites mas dentro do realismo, sarcasmo, interpretações brilhantes, argumentos excelentes, realizações soberbas, o seu nome – Quentin Tarantino.

Em 1992 o mundo abraçou Reservoir Dogs, uma película sem precedentes, situada (quase) sempre no mesmo cenário, onde um grupo de gangsters comunicavam entre si quem teria sido o bufo que os traiu e que os fez ficar numa situação delicada e até perder alguns companheiros.

Este grupo era constituído por Mr.White (Harvey Keitel), Mr.Orange (Tim Roth), Mr.Blonde (James Madsen), Mr.Pink (Steve Buscemi), Mr.Blue (Edward Bunker) e Mr. Brown (Quentin Tarantino) liderados por Nice Guy Eddie (Chris Penn) e por Joe (Lawrence Tierney) onde o objectivo era não saberem os seus nomes tendo como ponto-chave o assalto a uma joalharia mas como está supra-citado, algo denunciou-os.

Reservoir Dogs foi realizado, interpretado e escrito por Quentin Tarantino acho que sabem o que isso significa – Puro e excelente Cinema mesmo “tarantinesco”.

Como está supra-citado, as referências ao Cinema Tarantino, Cães Danados não é excepção, antes pelo contrário, foi o início de Tarantino no ramo e o seu empenho neste trabalho tem claras evidências de mão de Tarantino, isto significa, interpretações brilhantes, diálogos inteligentes, e com cenas espectaculares, destaque para a tortura interpretada por Mr.Blonde, os flashbacks que nós anseamos e tentamos saber acerca da vida dos Reservoir Dogs.

É de louvar, puro Cinema “tarantinesco”, com um pequeno orçamento, Tarantino fez uma obra indispensável a qualquer cinéfilo e marcou a sua presença no ramo. Bravo!

Tagline: “All you can do is pray for a quick death, which you ain't gonna get.”

mr.blonde

11 comentários:

Gema disse...

É dos poucos filmes de Tarantino que ainda não vi e é um clássico, para quem gosta deste realizador.
Uma grande falha minha :S
Bjks

bruno knott disse...

Esse é fantástico... que maneira de começar uma carreira!

Preparou bem o terreno para a obra-prima Pulp Fiction!

Nekas disse...

Gema, não sei se é um clássico mas sem dúvidas que é um must de Tarantino!
Vê e delicia-te!

Bruno knott, foi uma óptima forma de assentar os pilares para a sua diversificada filmografia da qual Pulp Fiction é a minha obra de eleição!

Abraços

Jackie Brown disse...

Ah, eu dava mais :P
É uma maravilha, este Cães Danados. O Michael Madsen está excelente.

4.5*

"Are you gonna bark all day, little doggy, or you're gonna bite?"

:)

Abraço

Nekas disse...

Rui, eu gostei mas não daria tanto...
Michal Madsen está excelente, sem dúvidas...

Também estava em dúvida entres a tagline que escreveste e a que eu escolhi...

Abraço

Tiago Ramos disse...

Nunca vi, embora te diga que não aprecio muito esta fase de Tarantino.

Nekas disse...

Tiago, isto é Tarantino a 100%!

Abraço

Jackie Brown disse...

Concordo. Este é o Tarantino mais puro, o Tarantino de Pulp Fictio e, em parte, de Sacanas Sem Lei.

Abraço

Nekas disse...

rui,é cinema tarantinesco. abraço

João Bastos disse...

Tarantino à séria! Uma estreia brilhante perto da perfeição de Pulp Fiction!
Madsen tem um dos melhores vilões de sempre! Afinal para quando o tão falado "Vega Brothers"? Não nos esqueçamos que o personagem é irmão de Vincent Vega (Travolta em Pulp Fiction)

Nekas disse...

João, não é como Pulp Fiction mas também é muito bom...

Desse "Vega Brothers" não conhecia mas, para quando é(?), Tarantino é sinónimo de qualidade!

Abraço