domingo, 7 de fevereiro de 2010

- Já vi: Kill Bill Vol.2

Kill Bill Vol.2
 Aqui inicia-se o fim de uma das mais extraordinárias obras de arte da última década(00). Inferior ao primeiro, eu considero a obra como um todo portanto, em conjunto, é uma excelente saga. Como um único episódio, o Volume 2 foi uma óptima maneira de acabar a história de vingança da, até à data anónima, Beatrix Kiddo (Uma Thurman)

Agora chegou a altura de enfrentar Bill no entanto, este volume remete-nos para tempos anteriores e mostra-nos a iniciação de Kiddo no mundo das artes marciais e o seu treino com o Pai Mei.

Kill Bill Volume 2 diferencia-se muito do primeiro; Agora falta a incrível narrativa, a banda sonora muda por completo embora não signifique que esta esteja má. 
Tarantino mostra uma vez mais um trabalho notável atrás da câmara mas no entanto mais ausente. 
Assim, Kill Bill acaba em grande, e com um duelo em grande no final, ao qual a Take apelidou como o melhor duelo da década. O duelo em si não é longo nem repleto de cenas marciais e de truques mas é simples/complexo, descrevo-o mitológico assim como Bill (David Carradine), que apresenta-se soberbo e roçando a perfeição, descreve a bd do Super-homem.

Kill Bill, como um todo, revela-se um projecto de grande sucesso, com o primeiro capítulo superior mas não deixando de serem, ambos, surpreendentes. Ambos dotados de diferenças e de modus operandi diferentes, Kill Bill é um produto em que a grande comparação dos dois capítulos nasce nas intrepretações que estão sempre excelentes!
Tagline:"You're not a bad person. You're a terrific person. You're my favorite person, but every once in a while, you can be a real cunt."


8 comentários:

Tiago Ramos disse...

Para mim, devem ser vistos como um único filme. Este é, para mim, inferior, contudo.

Flávio Gonçalves disse...

Exacto. Podia estar muito mais bem conseguido.

Nekas disse...

Tiago, eu tento ver a obra como um todo, mas esta parte está inferior à primeiram contudo não deixa de ser uma boa sequela.

Flávio, podia, mas nós gostamos :)

Abraços

AlexSupertramp disse...

Um excelente filme mas concordo contigo, é um pouco inferior ao Vol.1.

Abraço

ohomemdaspipocas.blogspot.com

Jackie Brown disse...

É um grande filme, quanto a mim.
Bem superior ao primeiro.

Adorei as performances de Carradine e Michael Madson, e a banda-sonora (a cargo do Robert Rodriguez, nao sei se sabes;) é igualmente excelente.

4.5*

Abraço

Nekas disse...

Alex, estamos de acordo :)

Rui, é óbvio que não concordamos com qual das quais é a melhor, embora eu considere a obra como um todo, acho o primeiro muito mais superior.
A interpretação de Carradine está excelente e roça a perfeição!

A banda sonora, na minha opinião, fica atrás da banda sonora da primeiro capítulo...

Abraços

Ricardo V. disse...

kill Bill é uma ventania de originalidade e irreverência! Grande Tarantino!

Nekas disse...

Ricardo, a versatilidade e originalidade são palavras obrigatórias quando se fala de Tarantino; Ah! esqueci-me de Genialidade! :)

Abraço