sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

- Já vi : The Fall (Um Sonho Encantado)


The Fall
The Fall pode não ser uma obra subvalorizada mas é, certamente, desconhecida.
O filme que aqui escrevo é desconhecido por maior parte das pessoas e, aliás, sites como Cinema PtGate nem sequer têm o filme, ou seja, a obra que aqui vos apresento, é para ser vista!
Não terá uma influência a um público em geral mas, com certeza, irá despertar em nós sentimentos de sonho e vontade, e, sim, é uma obra-prima.

 
 
The Fall remete-nos para um Los Angeles antigo, mais precisamente para um hospital, onde se situa Alexandria (Catinca Untaru), uma pequena menina que caiu e partiu o braço, e que descobre Roy (Lee Pace), um actor numa arte em ascensão denominada Cinema (acho que todos que lêem isto já ouviram falar desta arte, penso eu) e que após a separação da sua amada e a uma manobra perigosa, para ao hospital. Agora, Alexandria descobre Roy que irá contar uma maravilhosa história encantada através do seu subconsciente que transcende em palavras e que é possível ser alterada a qualquer momento. Uma história que as pessoas em redor, e eles mesmos, são os protagonistas, uma história de vingança mas com um lado sensível e glorioso.

 
 
The Fall é uma obra sem precedentes e, possivelmente, sem procedentes, ou seja, é única.
The Fall é dotado de uma majestrosa banda sonora, fotografia inigualável, e até mesmo as interpretações, com actores desconhecidos,é sublime
A história é maravilhosa, em que aquilo que parece cliché é, apenas, a forma do contar da história e do seu propósito, futuramente.
O trabalho da câmara está impecável. O simbolismo das personagens e de toda a sua magnificiência e misticidade transcende a sociedade em redor.
The Fall atinge patamares aos quais eu pensava que algo não chegaria, e o "mais" maravilhoso desta obra foi as baixas expectativas que tinha e que o filme arrasou com a cena inicial e termina de uma forma espantosa, dando espaço a outra história, tudo morre, mas não as palavras para dizer "ressuscita" isto sabendo que Tarsem torna-se um génio e espelha a vida do Cinema e a nossa própria vida, ou seja, a capacidade de contar uma história.


 
 
Um Sonho Encantado é, como o nome indica, um maravilhoso sonho (in)controlável majestroso, alterado a qualquer momento mas sempre com a mesma fábula - o prazer de uma história, pelo menos para o receptor (Alexandria).
The Fall é um drama reluzente capaz de nos iluminar e de nos fazer amar o Cinema, The Fall transcende o imaginário, transcende as pessoas, transcende o Mundo, transcende a própria vida e mostra-nos o exemplo perfeito de BOM CINEMA !
 
Tagline: "There's no happy endings with me"
 


 

10 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Venha daí essa crítica para esta obra-prima! Não digo que seja subvalorizada, mas sim muito desconhecida! ;)

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Jackie Brown disse...

Vi apenas os primeiros minutos, e foi suficiente para me fazer desconfiar que não faz o meu género.

Mesmo assim, suscita-me muita curiosidade.

Anseio a crítica !

Abraço

Nekas disse...

Obra-prima já com crítica!

Abraço

Nekas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jackson disse...

Pedi-o com a PREMIERE mas ainda não o vi... A tua crítica deu-me um certo impulso!

Abraço

Nekas disse...

Jackson, é urgente a visualização!

Abraço

Roberto F. A. Simões disse...

;) Fico muito contente que tenhas gostado. Não percebo como não está no mercado livre de DVD. É uma obra-prima, sim! Uma pérola. Transcendente é a palavra certa. Cinema genial e na sua melhor forma. Para puro deleite.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Roberto, claro que gostei :)
É uma obra-prima inigualável.

Abraço

Flávio Gonçalves disse...

Aguardei sempre com alguma ansiedade, a tua opinião, consensual com tantas outras, foi apenas a confirmação de que valerá a pena a visualização de The Fall.

Abraços!

(só agora é que reparei que o banner é pertencente ao MILK :p)

Nekas disse...

Flávio, tens de ver, The Fall é uma obra-prima.

Abraço

P.S.-Foi um das técnicas que mais gostei do filme...