sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

- Já vi : Milk


Milk
 Como durante estes dias anda a ser decidido o futuro da aprovação ou negação do casamento gay, eu decidi pôr mãos à obra e visionar uma excelente obra de Gus Van Sant e, na minha opinião(só não vi The Reader), merecedora do Óscar do Melhor Filme, embora isso não tenha acontecido.
 


Harvey Milk (Sean Penn), um homossexual não-assumido, decide reinvindicar as suas origens e assume-se como homossexual perante todos e decide ir viver com Scott (James Franco) para São Francisco. Aí, Milk inicia uma carreira activista a fim de reinvindicar direitos de igualdade perante todas as pessoas. Estamos em 1970, e várias pessoas importantes em cargos importantes tentam implementar regras a fim de excluir os homossexuais da sociedade. Agora, Milk iniciará uma carreira política a fim de se candidatar a Supervisor e tentar igualar os direitos civis para todas as pessoas. Mas, depois de ser eleito, terá vários desafios e inimigos pela frente tais como Dan White (Josh Brolin), Senador Briggs (Dennis O'Hare), entre outros mas também amigos tais como Cleve Jones (Emile Hirsch) e Anne (Allison Pill).

Milk é a obra biográfica da vida de Harvey Milk desde o começo da sua carreira activista até à sua morte, em 1978. Baseada em factos verídicos, Milk é uma obra quase perfeita. 

 


Milk, como já disse, é uma obra excelente e, para mim, merecedora do Óscar, no entanto não venceu na categoria de Melhor Filme mas sim na de Melhor Actor, Sean Penn apresenta uma soberba interpretação(ainda que seja uma personagem dificílima) assim como os outros actores do elenco(especial menção para Diego Luna que está esplêndido).

Com uma óptima banda sonora, com uma boa montagem(mas não a melhor) e com um sólido guarda-roupa, Milk é um filme sonhador ,Milk é sinónimo de ambição, sonhos e esperança, esperança esta que é eternizada pelas palavras de Milk - "But without hope, life is not worth living", foi com esta esperança que Milk lutou até ao fim!


Tagline: "My name is Harvey Milk and I want to recruit you"





 


13 comentários:

Flávio Gonçalves disse...

E vês num dia muito, muito especial para Portugal. (foi intencional ou calhou? ;)

Nekas disse...

Flávio, um pouco dos dois, já anseava há muito tempo pelo filme e rendi-me nessa noite a lembrar-me do propósito!
É maravilhoso e triste como hoje ainda se trava a batalha pela qual Milk morreu.
Triste porque hoje ainda não há igualdade mas maravilhoso porque a sua força de vontade ainda é expressa por muitos.

Abraço

Cristiano Contreiras disse...

Este filme é sensivel, revolucionário e necessário. Eu ate comentei dele em meu blog, um marco pra Sean Penn.

Nekas disse...

Cristiano, Sean Penn apresenta aqui uma interpretação que o eterniza e apresenta-se num dos melhores filmes biográficos dos últimos anos...

Abraço

Tiago Ramos disse...

Um dos melhores candidatos à estatueta dourada, que foi muito bem entregue a um estrondoso desempenho de Sean Penn. O meu preferido de Gus van Sant.

Nekas disse...

Tiago, já sabia da tua preferência :)
Eu adorei o desempenho de Penn, aliás, ele aqui tem uma interpretação para a vida!
Mas o meu preferido é mesmo Paranoid Park embora estejam muito próximos.

Abraço

Roberto F. A. Simões disse...

Um triunfo sensível, delicado e de muito bom gosto. Gus Van Sant eleva com subtileza e inconfundível mestria este biopic de pura essência a um patamar inegavelmente superior. Milk revela-se, portanto, um autêntico e sublime pedaço de arte.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Um bom filme sem dúvida mas não sou tão generoso na nota atribuída. Fico-me pelo 8 em 10.

Abraço

Nekas disse...

Roberto, é de facto, uma obra sublime e um dos melhores retratos biográficos dos últimos anos da 7ªarte.

Filipe, todos nós somos diferentes :)

Abraço

O Cara da Locadora disse...

É um filme realmente lindo e bem mais merecedor do que o vencedor do Oscar do ano passado, mas na minha opinião todos os outros 4 eram melhores, rs...
b
Além de tudo, o exemplo de Milk é algo a ser seguido...

ABraços...

Nekas disse...

O Cara da Locadora, eu adorei este filme, na minha opinião, supera Benjamin Button e claramente Slumdog Millionaire da lista de nomeados só me falta The Reader e Frost/Nixon, tenho impressão que vou gostar deste último.

Abraço

AlexSupertramp disse...

Um excelente filme, brilhantemente realizado por Gus Van Sant e com a interpretação de uma vida por Sean Penn. Mereceu sem´dúvida o Oscar em 2009.

Nekas disse...

AlexSupertramp (curiosamente é o nome de Emile Hirsch em Into the wild que é um dos meus filmes preferidos e que aparece neste filme), está tudo dito por ti!

Abraço