sábado, 16 de janeiro de 2010

- Já vi : Sleepy Hollow (A Lenda do cavaleiro sem cabeça)


Sleepy Hollow

Inicio a minha crítica ao demonstrar o meu extremo desagrado que tive por esta fita, não pela sua falta de qualidade, mas pelo facto de ficar aquém das expectativas. O cinema burtonesco está presente no filme mas o resto falha um pouco.
 


Estamos no século 18, Ichabod Crane (Johnny Depp) é um investigador que é chamado a Sleepy Hollow, uma vila sombria no meio dos bosques, para investigar três decapitações despotelados pelo lendário Cavaleiro Sem Cabeça, há muito desaparecido.
Ichabod irá tentar descobrir o assassino ou se é mesmo o Cavaleiro e irá descobrir uma verdade escondida pelos habitantes da vila, tais como Baltus Van Tassel (Michael Gambon), Katrina (Christina Ricci) ou Brom Van Brunt (Casper Van Dien).
O que se parecia uma "simples" carnificina, irá despertar um maior segredo.
 


Sleepy Hollow desiludiu-me, como já disse, não pela falta de qualidade mas sim pela sua ausência em algumas partes. Clichés no argumento é desapontante, Depp não se apresenta nada de especial (e eu acho-o um brilhante actor), banda sonora não muito significativa embora, por vezes, esteja boa, e o Terror ou o Fantástico tem, devo dizer, pouco terror e "fantacismo".
Enfim, Sleepy Hollow desilude por vir de quem vem e pela falta de surpresa. Isto é um exemplo de como as expectativas em alta alteram resultados das fitas.


Tagline:"The Horseman comes. And tonight he comes for you"

 

12 comentários:

Red Dust disse...

Tenho uma opinião diferente. Achei-o imaginativo, com um argumento bem trabalhado e de mistério constante. Não fiquei nada decepcionado em mais este trabalho da dupla Burton-Depp.

Bom fim-de-semana!!!!!

Nekas disse...

Red Dust, cada um tem a sua opinião :)
Assim tem mais piada...

Abraço e Bom fim-de-semana

Catarina Norte disse...

Não é o meu preferido de Burton mas gostei do filme e não fiquei desapontada!

Achei a história muito bem contada, com o Terror e Fantástico q.b. :p ; Depp novamente com uma óptima interpretação, no papel do assustadiço e racional Ichabod Crane; a nível visual, é puro Burton: gótico, gore, fantástico!

Cumprimentos!

Jackson disse...

Te garanto que se não fosse pela assinatura de Tim Burton (ou Johnny Depp) e o que ela hoje representa, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça seria totalmente enxovalhado. Mas não é, e diga-se que é totalmente sobrevalorizado. Cada erro, cada erro...

Abraço

Roberto F. A. Simões disse...

Creio que te compreendo, mas não concordo. A banda sonora é maravilhosa, o filme é tecnicamente irrepreensível (direcção artística, guarda-roupa, fotografia). Só não gosto dos efeitos especiais... lá para o final estão medonhoooss. Mas gosto bastante. Do argumento já não me lembro muito bem, tenho ideia que podia ser melhor, mas sou-te sincero, já não o vejo há algum tempo e tenho que o rever. Talvez para breve.

Talvez desse o 8.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Catarina Norte, não é que Depp esteja mau mas ele é dos meus actores preferidos, ou seja, a fasquia é alta e na prática não surpreendeu embora esteja muito versátil, como sempre.
A nível visual está esplêndido e com o típico ambiente burtonesco.

Jackson, os erros foram demasiado previsíveis!

Roberto, temos direito a discordar. Alguns aspectos estão bons outros, como os efeitos especiais, falham um pouco, nos efeitos falham redondamente.
Revê e toma extra atenção ao argumento...

Abraços

Cleber Eldridge disse...

Tim Burton pra mim, - sei lá ele deve ter algum problema, seus filmes nunca me agradam!

Nekas disse...

Cleber Eldridge, sou de opinião diferente, adoro todos os seus filmes, menos este.

Abraço

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Parece que toda a gente da blogosfera resolveu ver este filme ao mesmo tempo :p Eu vi-o ontem. Nunca fui muito à bola com Burton devo admitir. E este filme representa um pouco aquilo que não gosto nele. Demasiado burlesco quando não havia necessidade de ser. Ridículo em certos momentos até. Ainda assim, não deixa de ser um bom entretenimento e uma boa história.

Abraço

Nekas disse...

Filipe, a história é boa mas não se adapta ao ecrã da melhor maneira.
Deves saber que sou um adorado do Cinema burtonesco e como tal esta foi o único filme dele que me desiludiu embora não tenha sido um total desperdiço de tempo.

Abraço

Tudo acontece por uma razão :p

João Bastos disse...

Pois eu acho-o apenas um dos melhores filmes de Burton. Está na minha lista de melhores filmes da década de 2000 (apesar de ser de 1999, em Portugal estreou em 2000). Adoro Burton e este representa todo o cinema "Burtoniano": ambiente escuro, personagens peculiares (Depp em mais uma fantástica caracterização), etc etc....
Fica entre as nove e as dez estrelas!

Abraço

Nekas disse...

João Bastos, embora seja um enorme fã de Burton e o seu Cinema "burtonesco", o filme ficou aquém das expectativas.

Abraço