terça-feira, 10 de novembro de 2009

Já vi - The Air I breathe







The air I breathe
Esta fita de 2007 realizada por Jieho Lee é, para mim, uma grande obra ainda por divulgar...
O filme devido à sua pouca divulgação manteve-se um pouco no anonimato por maior parte das pessoas corroborando assim o insucesso que pode ocorrer no cinema independente.
O conceito do filme não é original pois este conta a várias histórias cruzadas em que se centra em quatro sentimentos- Felicidade,Prazer, sofrimento e amor.
Assim o conceitos destes sentimentos envolve quatro protagonistas nestas histórias que mantêm laços desconhecidos mas que aos olhos do espectador vêem-se a ligação.
Dotado de uma realização mediana o ponto alto deste filme é mesmo algumas das interpretações e a sua magnífica banda sonora e os efeitos dramáticos que esta dá às personagens...
Enfim, esta fita vale a pena ser visualizada pois apresenta vários aspectos interessantes e um elenco soberbo(embora pudesse ser melhor aproveitado).
Voltando à história, esta começa com Forest Whitaker que é um infeliz bancário e procura uma saída da sua triste e monótoma vida, ou seja, a Felicidade.
Brendan Fraser é um gangster que pode ver o futuro e ao conhecer uma rapariga deixa de o conseguir ver, ou seja, o seu prazer.
A tristeza aparece na vida de uma estrela pop, Sarah Michelle Gellar, que lida com problemas na sua carreira e na sua vida pessoal.
Kevin Bacon é uma médico que tenta desesperadamente salvar a vida de uma paciente que é o amor da sua vida.
Assim este filme baseia-se no provérbio chinês que divide a vida em três estágios, e, nesta história eles estão unidos...
O elenco também inclui Andy Garcia, Julie Delpy, Emile Hirsch, entre outros.


Tagline:"Sometimes the things we can't change...end up changing us".





5 comentários:

Jackson disse...

Comprei-o pela extrema recomendação de um amigo, e pela interpretação de Emile Hirsch. Contudo, ainda não vi!

Hugo disse...

Este filme passou rápido aqui no cinemas brasileiros e li algumas resenhas há pouco tempo, todas elogiando.
Assim que tiver oportunidade irei assistir.

Valeu pela visita ao meu blog, estou linkando seu endereço lá.

Até mais

Nekas disse...

Jackson,Tens de preencher essa lacuna e visionar a fita...

Hugo, obrigado pela visita aparece mais vezes...

Abraços

Roberto F. A. Simões disse...

Vi o filme e arrependi-me. Não é mau, mas também não é nada de mais. É mais um! 3*

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

São opiniões, eu gostei imenso embora as 3 visualizações tenham mostrado um maior descontentamento...mas dava mais um bocadinho de acordo com a tua pontuação...

Abraços