sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Já vi - Antichrist


 Antichrist
Já tive a oportunidade de visionar a nova fita do realizador que filma da maneira que pensa sobre a cinema,ou seja, sobre a visão pessimista de  Lars Von trier centra-se o seu novo filme - Antichrist.
A nova fita pode dizer-se que é um filme sádico, recheado de bons diálogos e um pouco constangedor.
A fita tem uma banda sonora adequada( embora muito pouco usada) e apenas contém duas personagens: Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg em que os seus nomes são desconhecidos.
O filme fala sobre dois pais que perdem o seu filho e na tentativa de a mãe conseguir superar a sua tristeza partem numa terapia em que algo que parecia totalmente comum vê-se envolvido por uma pirâmide de medos e pouco auto-controlo.
Como já referi anteriormente, eles partem para a sua casa nos bosques na tentativa de a mãe superar os seus medos mas então estranhos acontecimentos envolvem as duas personagens que se vêm a perder as suas barreiras racionais e agem com a natureza humana.
O filme dá-se pelo seguimento da constelação Three Beggars e que se subdivide em Grief, Pain(chaos reign) e Despair(gynocide).
Também referir o que é, para mim, o ponto alto do filme que é o prólogo e o epílogo além do bom argumento e das boas interpretações que não estão nada mal...


Tagline:"When nature turns evil, true terror awaits"
 



 

8 comentários:

Jackie Brown disse...

Tenho muita curiosidade para o ver.
É realmente bom?

E mete medo? Tipo O Exorcista?


Abraço

Nekas disse...

É bom em alguns aspectos como podes ver na minha crítica e pontuação, no entanto não é muito assustador aliás tirando a parte final sádica eu diria que este filme não se enquadra no género de Terror...vê que vale a pena, o prólogo e o epílogo estão espantosos...

Abraços

Roberto F. A. Simões disse...

Um dos filmes mais aguardados da temporada para mim. Ainda não vi.

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Fazes bem em vê-lo pois sinceramente acho que não é a melhor obra do realizador mas mesmo assim merece ser visionado por vários aspectos...

Abraços

Tiago Ramos disse...

Jackie Brown,
Não é um filme de terror. Não mete medo como O Exorcista. Lars von Trier não faz filmes desses, não é a intenção dele. A experiência é muito mais espiritual.

Nekas disse...

É realmente como explicaste Tiago...o filme transpostar-nos numa viagem espiritual e às origens da natureza humana e da visão pessimista do mundo...
Já o viste?

Abraço

Tiago Ramos disse...

Sim, Nekas. Também já o vi. É, até ao momento, o meu filme preferido de Lars von Trier.

Flávio Gonçalves disse...

morro de ansiedade para o ver!