sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Já vi - District 9(Distrito 9)


District 9
Esta fita apresenta-nos uma forma humana que envolve os extraterrestres. Na fita o realizador, Neil Blomkamp, consegue nesta fita criar uma obra hipotética e metafórica em vários aspectos e, apenas falhando na última meia-hora de filme que deixa de se tornar uma obra polémica e simbólica, como já referi anteriormente, e se torna um típico filme de ficção-científica em que usa os seus efeitos CGI, já agora muito bem conseguidos embora haja melhores, para tornar a fita num filme de acção em que o seu maior trunfo é o entertenimento.
A fita conta a história de uma nave alienígena que, ao aterrar surpreendentemente na Terra deixa de se mover, assim o filme começa como um mockumentary estritamente original em que tenta focar os sentimentos e pensamentos das pessoas em relação aos aliens terem sido removidos da sua nave e instalados em favelas de Joanesburgo e também ao facto de o governo investir imensas quantias de dinheiro com os aliens, ou seja, na fita o realizador põe em questão como é que seria se os aliens fossem os "intrusos" no nosso planeta e da maneira como os tratamos, ou seja, de uma maneira pouco humana, assim Blomkamp põe em questão vários assuntos envolventes no dia-a-dia da sociedade nomeadamente a corrupção e os conflitos de interesse.Assim surge Wikus Van de Merwe(Sharlto Copley) que é o responsável da MNU de entregar ordens de despejo no District 9 de maneira a removê-los daquela favela e movê-los para instalações longe das populações. Estranhos eventos acontecem durante essas ordens de despejo e, uma delas é um frasco que contém o fluido que os prawns( nome que davam aos aliens) precisavam para conseguir sair do nosso planeta, contudo Wikus é afectado por esse fluido e leva o dispositivo como prova, com o decorrer do tempo Wikus sofre várias mutações à medida que deixa de ser humano e começa a tornar-se num prawn assim o governo tenta usufruir dele para o conhecimento do armamento dos prawns mas Wikus consegue escapar para o District 9 e com a ajuda de um alien irá tentar recuperar o fluido que lhe irá fazer voltar à normalidade e a fuga aos aliens.

A fita merece ser vista pois além das estrondosas interpretações, especialmente do protagonista o filme consegue um elevado patamar de excelência( mas não de perfeito) revelando-se uma obra científica dotada de um argumento bastante coeso...

Tagline:"You are not welcome here".



3 comentários:

João Bastos disse...

O Michael Moore que gosta tanto de fazer criticas à sociedade americana nos seus pseudo-documentários, deveria aprender aqui como se faz uma metáfora de forma muito eficiente sobre o que é ser humano. Grande filme!

Jackie Brown disse...

Irei vê-lo em breve.

E parabéns pela mudança visual. Ficou de facto melhor!

Abraço

Nekas disse...

João Bastos, sim é verdade que este filme é uma verdadeira metáfora da sociedade de hoje, contudo Michael Moore embora um pouco diferente com a sua realização eu acho as suas obras bastante boas...

Jackie, vê porque vale a pena...Quanto ao visual obrigado espero que esteja melhor pois é esse o meu agrado...


Abraços