domingo, 22 de novembro de 2009

Já vi - Memento


Memento


 

Há pouco tempo escrevi um post(ver aqui) no qual escrevi vários filmes que pretendia visionar com o tempo pois eram obras que me fascinaram pelo trailer ou pela sinopse.Assim, a lista foi-se encurtando e, já pude riscar vários nomes da lista como Schindler’s List(crítica aqui), Casablanca(crítica aqui) e agora a obra de 2000 realizada por Christopher Nolan – Memento.
Leonard (Guy Pearce) tem como objectivo vingar a sua mulher de um homem que a violou e assassinou o homem pelo qual se denomina John G.
Mas Leonard devido ao trágico acidente relativamente à sua mulher, ficou privado de guardar memória recentes, por isso Leonard não consegue lembrar-se de algo que aconteceu após esse acidente. Por isso, Leonard tenta viver a sua vida através de fotos e legendas dessas fotos e com várias tatuagens no seu corpo na tentativa de desvendar o puzzle pelo qual ele vive.
O filme está bastante conseguido, a narrativa deste filme converge em dois sentidos, ou seja, uma narrativa contada a cores (que é a principal) e que segue de trás para a frente enquanto o outro, contado a preto e branco, bastante linear inicia-se num determinado ponto no tempo passado e evolui para a frente, ou seja, para o presente e futuro. No final dá-se o encontro dos dois sentidos e começamos a montar todas as peças do puzzle. Embora o final seja inconclusivo do ponto de vista sem atenção, quem dedicar aqui uma ginástica mental irá descobrir que toda a fita é complexa mas bastante conclusiva e gratificante.
O argumento está perto do fantástico, mas toda a obra é sublime e muito bem explorada; As suas interpretações são deveras interessante e coesas seja a do protagonista Guy Pearce, ou duas interpretações secundárias bastante sólidas embora a personagem Teddy( Joe Pantoliano) esta melhor conseguida que Natalie( Carie-Anne Moss).A única falha nesta fita é mesmo a sua banda-sonora  que apenas nota-se que está lá mas sem nenhum impacto na nossa visualização e também referir a maravilhosa realização de Christopher Nolan.
Uma fita a não perder…

Tagline:
Natalie-What's the last thing
that you do remember?

Leonard- My wife.
Natalie- That's sweet.

Leonard-Dying.
I remember my wife dying.









11 comentários:

Myrianna Coeli disse...

Muito legal o teu blog. Assisti este filme e tb gostei muito!

Valeu pela visita lá no telacast. A partir de amanhã tem mais novidades!

abs

Nekas disse...

Obrigado pelo elogio...
Espero que passes cá mais vezes pois também passarei no teu...
Quanto ao filme não há palavras para o descrever...

Abraço

Jackson disse...

Christopher Nolan provou, desde o seu magnífico Memento, que é dos melhores realizadores da sua geração e cada trabalho seu deverá ser escutado com grande atenção.

João Bastos disse...

Este nem é dos meus preferidos de Nolan. The Prestige é para mim o melhor, mesmo à frente de ambos os Batman.

Ricardo Martins disse...

Infelizmente não gostei desse filme, o assisti há uns 5 anos, e me lembro de achá-lo confuso e chato! Mas hoje em dia, poderia até ter uma nova opinião, mas não tenho tantas expectativas!
E interessante o título:Memento! Aqui o conheço como Amnésia!

ABRAÇO

Roberto Simões disse...

O maior quebra-cabeças da História do Cinema. 5*

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Jackon,sim de facto é verdade. Admito que desde Batman Begins( a primeira obra que vi do realizador) despertou-me bastante o interesse pelas suas restante obras que, aos poucos, vou visualizando...

João Bastos, The Prestige é mesmo muito bom.Contudo na minha opinião o seu melhor é Memento seguido de The Dark Knight e depois The Prestige embora a última esteja soberba em vários aspectos(tais como o final)...

Ricardo Martins, de certeza que uma segunda visualização irá fazer-te mudar de ideias :P
Em relação ao título ainda bem que Portugal adoptou o nome original pois Amnésia é um título errado pois o próprio protagonista diz que o seu estado não é amnésia no próprio filme...

Roberto Simões, sim, quem estiver com atenção a este filme descobre um maravilhoso puzzle ou quebra-cabeças( como tu chamaste) que, é possivelmente dos melhores do Cinema...


Abraços e boa continuação de semana...

Tiago Ramos disse...

Ainda não tive oportunidade de ver. Grande falha, eu sei. Mas comprei há dois meses uma edição especial vintage, com fotos, só não tive ainda oportunidade de ver.
Pela crítica, parece-me excelente!

Nekas disse...

Tu tens uma edição vintage e ainda não viste!!!!
O filme não é excelente, é brilhante a todos os aspectos( isso torna melhor que excelente)...

Abraço

Fifeco disse...

Eu sabia que ias gostar :p

É um dos melhores filmes deste novo milénio. Claramente...

Abraço

Nekas disse...

Fifeco, confesso que estava à espera do teu comentário a este filme...
Visionei-o e adorei!Aliás já está na lista dos meus filmes preferidos assim como na tua...

Abraço