segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Já vi - Requiem For a Dream (A Vida não é um sonho)


Requiem for a Dream 

Sara Goldfard (Ellen Burstyn), uma mulher idosa que está rodeada por solidão, vê a sua vida rapidamente mudada devido a ser vencedora de um sorteio que a levará à televisão. Paralelo a estes eventos encontra-se Harry (Jared Leto), filho de Sara e drogado, que juntamente com Marion (Jennifer Connelly) e o seu amigo Ty (Marlon Wayans)vão começar a vender droga na rua. Agora, Sara terá de iniciar uma dieta a comprimidos a fim de caber num vestido para se aprontar para o concurso, enquanto Harry e companhia terá que lutar por conseguir suprimir o vício pela droga e tentar arranjar droga para venderem já que se encontram no meio de uma guerra entre famílias e a droga não se encontra tão facilmente.

Requiem for a Dream ou A Vida não é um sonho, é eternamente memorável pelo esplêndido trabalho de realização de Darren Aronofsky e pelas maravilhosas interpretações dos actores envolventes.  A banda sonora de Clint Mansell está soberba e as ténicas de realização interessantes e sublimes assim como o argumento que embora não caracterize Requiem for a Dream, já que esta obra se eterniza pelo som, realizaçao e interpretações e não tanto pelas palavras.
Enfim, Requiem for a Dream revelou-se um produto de sucesso do qual tinha as expectativas elevadas e não saí desiludido.


Tagline:"Marion: I love you, Harry. You make me feel like a person. Like I'm me... and I'm beautiful.
Harry: You are beautiful. You're the most beautiful girl in the world. You are my dream".



 

7 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Absolutamente hipnótico, contagiante e electrizante, «A Vida Não É Um Sonho» é o reflexo perfeito de uma alma genial, um universo de transfiguração do real, alucinante e psicadélico, que se concretiza triunfalmente.

5* Obra-Prima

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Nekas disse...

Roberto, sublihno-te e acrescente que o realizador estava soberbo neste filme e devo dizer que acrescentaria este filme na minha lista dos melhores filmes da década caso o tivesse visionado antes.

Obra-prima!

Abraço

Roberto F. A. Simões disse...

Pois! Compreendo! eheh Da minha lista constou! ;b

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Pedro Henrique disse...

Aronofsky é craque. Ótimo filme!

Nekas disse...

Roberto, eu tenho de ver agora o The Fall pois de acordo com a tua crítica parece valer a pena, e tu tens de visionar o Gran Torino.

Pedro Henrique, obrigado pela visita e só devo acrescentar que concordo plenamente contigo...

Abraços

O Cara da Locadora disse...

Um dos meus prefetidos e eu demorei muito pra ver, fui ver à pedidos no blog e adorei... Depois dá uma lida no que escrevi sobre ele...

Abraços...

Nekas disse...

O Cara da Locadora, vou ler e comentar é mesmo uma obra-prima...

Abraços